top of page

O PODER DAS ESCRITURAS.

Atualizado: 24 de fev. de 2022

2 TIMÓTEO 3:16-17 – “Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para repreender, para corrigir, para instruir em justiça; Para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente instruído para toda a boa obra”.

Timóteo fazia parte do grupo que juntamente com o Apóstolo Paulo e Barnabé foram incumbidos de levarem a mensagem de Jesus aos gentios (não Judeus) principalmente fora de Jerusalém. Paulo escreve a Timóteo a fim de orienta-lo em relação à fé cristã e no tocante a sua função como líder a frente da igreja de Éfeso. Ele procura mostrar ao jovem pupilo a importância de manter a fé em Jesus Cristo, assim como Timóteo deveria se submeter às Escrituras. Naquela época havia muitos falsos mestres com suas doutrinas se infiltrando no meio cristão e distorcendo os mandamentos de Deus e os ensinamentos de Jesus, por isso a preocupação dos Apóstolos que os novos líderes não se deixassem contaminar. O Apóstolo fala das perseguições que sofria e, que todos que decidissem seguir a Cristo também sofreriam, mas apesar de ser testemunha das aflições Timóteo permanecia fiel. Ele lembra como seu discípulo era conhecedor das Escrituras desde criança e cuidava em guardar e seguir aquilo que havia aprendido. Paulo ressalta que toda Escritura é inspirada por Deus e contribui para o crescimento pessoal e espiritual, além de ser a base para realizar a obra de Deus.

Alberto Santos Dumont é considerado um dos maiores inventores brasileiros. Nascido em Minas Gerais filho de pai francês e mãe portuguesa, Santos Dumont foi para Paris onde construiu seus maiores inventos. Entre seus inúmeros inventos estão o balão a gás de pequeno porte, dirigível, ultraleve, chuveiro de água quente e o relógio de pulso, além de disputar com os irmãos americanos Wright à invenção do avião. Na sua visão a tecnologia além de facilitar a vida poderia dar a liberdade ao homem para se deslocar para lugares distantes num tempo bem menor. Para ele voar era uma experiência única e individual que era uma espécie de espiritualidade e, para que o maior número de pessoas pudesse viver esta sensação de liberdade ele nunca patenteou seus inventos. Apesar de ser um grande entusiasta, ele sofreu uma grande decepção com a chegada da Segunda Guerra Mundial na década de 1930. Ao ver o seu maior invento, o avião, ser usado como arma de guerra, Santos Dumont declarou: “No começo deste século, nós, os fundadores da Aeronáutica, havíamos sonhado com um futuro pacífico e grandioso para ela. Mas a guerra veio, apoderou-se de nossos trabalhos e, com todos os seus horrores, aterrorizou a humanidade”. Quando planou pela primeira vez nos gramados ao redor da Torre Eiffel, Santos Dumont acreditava ter realizado o sonho de construir algo que serviria para o bem da humanidade encurtando as distancias, porém ao ver o homem usar para o mal, ele passou a ter um sentimento de culpa. Este sentimento ficou ainda mais forte na revolução constitucionalista de 1932 quando viu pilotos brasileiros atacando seus próprios irmãos. Santos Dumont morreu deprimido ao assistir o rumo da história, aos 59 anos ele suicidou enforcando-se com sua própria gravata, no banheiro de um quarto de hotel. Enquanto os irmãos Wright lutaram a vida toda para ter a patente do avião, Santos Dumont foi o primeiro a ter um protótipo ser produzido em série, quando foram produzidos 300 unidades do Demoiselle.

Embora Paulo estivesse se referindo ao Antigo Testamento, já que o que chamamos de Novo Testamento ainda não tinha sido escrito e estava sendo preenchido com a própria história de Jesus e a dos Apóstolos, toda a Bíblia constitui em “Escrituras Sagradas” inspiradas por Deus. Ela é composta por relatos e ensinamentos que são capazes de transformar a vida do homem. Suas páginas contem informações que levam a um relacionamento com o sagrado, além de despertar em cada indivíduo o desejo de conhecer a si mesmo através do reconhecimento das próprias fraquezas e da dependência de seu Criador. A Bíblia influencia na espiritualidade alimentando a fé e construindo as crenças, por esta razão pode transformar e dar a vida, mas para que isso aconteça é necessário um coração sincero e discernimento de espírito. Nas mãos do bom mestre ela revela a vontade de Deus, porém quando manuseada por homens de má fé serve como instrumento de manipulação, escravização e dominação. E para aqueles que desejam seguir por este caminho da fé, vale a pena lembrar-se das palavras de Paulo a Timóteo: “Mas os homens maus e enganadores irão de mal para pior, enganando e sendo enganados. Tu, porém, permanece naquilo que aprendeste, e de que foste inteirado, sabendo de quem o tens aprendido, E que desde a tua meninice sabes as sagradas Escrituras, que podem fazer-te sábio para a salvação, pela fé que há em Cristo Jesus”.


Márcio Fostino.

Clique e saiba mais

Para adquirir o livro NAS MÃOS DE DEUS, clique no link abaixo:





274 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
bottom of page