top of page

JESUS E A IDOLATRIA

Atualizado: 24 de fev. de 2022

MARCOS 16:15-16 – “E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura. Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado.”.

Jesus havia ressuscitado e apareceu aos discípulos deixando suas últimas instruções. A ordem era para que eles saíssem e pregassem o evangelho a todas as pessoas da terra começando por Jerusalém, aquele que cresse na mensagem anunciada seria salvo, os que não cressem seriam condenados. Jesus afirmou que alguns sinais acompanhariam aqueles que cressem, em seu nome expulsariam demônios, falariam em outras línguas e receberiam livramentos de algumas situações de perigo e risco de morte. O evangelista Marcos continua seu relato dizendo que depois de lhes ter falado, Jesus foi recebido no céu e assentou-se à direita de Deus. E os discípulos foram para todas as partes, pregando a palavra, que era confirmada pelos sinais operados pelo Senhor por intermédio de suas vidas. Desta forma, os discípulos de Jesus foram se multiplicando, crendo em seu nome e no evangelho que lhes era ensinado.

Em sua segunda viagem missionária o apóstolo Paulo foi até a cidade de Tessalônica, por três sábados consecutivos ele foi até uma sinagoga de judeus para debater sobre as escrituras hebraicas, denominadas pelos cristãos de “Antigo Testamento”. Durante os debates Paulo expôs passagens que diziam que o Cristo deveria padecer e ressuscitar dos mortos. Ele afirmou que o Jesus ao qual ele estava anunciando era o Cristo. Sua pregação fez com que muitos gregos se convencessem e se convertessem, porém, muitos judeus invejosos acusaram os seguidores de Jesus de ir contra os decretos do imperador romano. Diante dos perigos que corriam, os irmãos enviaram Paulo e Silas para outra cidade grega chamada Beréia. Eles foram até a sinagoga e anunciaram a mensagem do evangelho e o nome de Jesus. De acordo com o livro de Atos os bereanos reagiram com satisfação ao que estava sendo anunciado: “Ora, estes foram mais nobres do que os que estavam em Tessalônica, porque de bom grado receberam a palavra, examinando cada dia nas Escrituras se estas coisas eram assim.” (At 17:11). Alguns judeus de Tessalônica ficaram sabendo que a mensagem do evangelho estava sendo anunciada em Beréia e foram até lá. Para que sua vida fosse preservada Paulo foi mandado para Atenas, cidade que é o berço da filosofia abrigando o culto a vários deuses e totalmente entregue a idolatria. Movido pela compaixão Paulo buscou apresentar Jesus na praça e na sinagoga. Alguns filósofos desqualificaram Paulo, o acusando de ser um pregador de deuses estranhos. Ele foi levado diante de um conselho para explicar aquela doutrina que para eles era totalmente estranha. Como recurso retórico Paulo disse que passando pelos santuários se deparou com um altar escrito: “AO DEUS DESCONHECIDO”. Sua alegação foi que aquele que eles honravam sem conhecer era o que estava sendo por ele anunciado. Paulo mostrou que o Jesus por ele anunciado era bem mais que um ídolo criado por mãos e filosofias humanas.

Para expressar a fé em Jesus algumas pessoas estampam a frase com a pergunta: “Meu ídolo morreu por mim, e o seu?”, talvez em uma geração que eleja personalidades publicas e até mesmo o dinheiro como ídolo, Jesus possa exercer a mesma função. Jesus é bem mais que um ídolo, Ele é o Cristo que padeceu, morreu e ressuscitou para que todo aquele que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. O nosso relacionamento com Ele não é de fã com seu ídolo, mas de discípulo para com seu mestre. Muitos que se tornaram cristãos em Tessalônica tinham relação de fé com um deus desconhecido, praticando imoralidades, deixando de trabalhar vivendo às custas de outras pessoas, pois achavam que sua volta estava próxima. Já os de Beréia agiam como discípulos consultando as Escrituras para confirmar que ele era o Cristo usando as boas novas do evangelho para uma mudança de vida. Quando entendemos o poder de transformação das Escrituras e do nome de Jesus experimentamos e vivemos o amor de Deus.


Márcio J. Fostino.


Clique e saiba mais em:


Para adquirir o livro NAS MÃOS DE DEUS, clique no link abaixo:





125 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
bottom of page