top of page

O PODER DE UM LEGADO.

Atualizado: 24 de fev. de 2022

JOÃO 14:12-13 – “Na verdade, na verdade vos digo que aquele que crê em mim também fará as obras que eu faço, e as fará maiores do que estas, porque eu vou para meu Pai. E tudo quanto pedirdes em meu nome eu o farei, para que o Pai seja glorificado no Filho.”

Jesus estava prestes a ser entregue à crucificação para que se cumprisse o propósito. A fim de preparar e fortalecer seus discípulos para que eles pudessem caminhar sozinhos, Ele anunciou que na casa de seu Pai existiam muitas moradas e que iria lhes preparar lugar. Não compreendendo o que Jesus estava dizendo, Tomé disse que eles não sabiam o caminho, já Felipe pediu para que lhes mostrasse o Pai. Jesus afirmou ser o caminho e, que quem o vê também vê ao Pai. Instruiu que eles não deveriam temer, pois, aquele que acreditasse Nele faria obras iguais ou até maiores que as suas e que o Espírito Santo os fortaleceria. Jesus disse ainda que tudo quanto eles pedisse em seu nome lhes seria concedido para que o Pai fosse glorificado no Filho. Suas palavras tinham relação direta com seus ensinamentos acerca do reino dos céus, ao dizer que alguns fariam obras maiores que as suas, e que tudo que fosse pedido em seu nome seria atendido, Jesus estava se referindo a recursos necessários para que a sua mensagem fosse propagada e se tornasse conhecida em lugares distantes.

Oscar Schmidt é considerado o maior jogador de todos os tempos do basquete brasileiro. Quando jogava ele foi convidado para jogar na NBA, a liga profissional americana, mas, recusou, pois naquela época jogadores profissionais não podiam fazer parte da seleção de seus países. Certa vez, Oscar disse numa entrevista que em esportes coletivos como basquete, o grande jogador do time costuma se sacrificar em jogos decisivos, ele atrai para si todo peso da partida, a marcação dos adversários, as vaias e xingamentos da torcida, para que os outros jogadores possam jogar soltos. Em 1987 nos jogos Pan-americanos de Indianápolis, o Brasil enfrentou os Estados Unidos na final. Na véspera do jogo decisivo o técnico americano disse não temer a seleção brasileira, pois a tática para vitÓria seria uma forte marcação sobre Oscar. Depois de sair perdendo a equipe brasileira virou o jogo sagrando-se campeã, foi à primeira derrota em casa na história do time americano. O basquete brasileiro havia se especializado nos arremessos de fora do garrafão, que valem três pontos, Oscar e Marcel eram exímios arremessadores. Só depois de mais de 20 anos é que os americanos, a maior potência do basquete mundial, conseguiu assimilar a importância do arremesso da linha dos três.

Até sua crucificação Jesus atraiu para si toda a atenção e a ira das autoridades, resguardando seus discípulos para que pudessem aprender e permanecer livres para exercer seus chamados. Embora fossem diferentes um do outro, os discípulos formavam uma equipe, eles foram usados de maneira e em lugares diferentes realizando grandes obras e anunciando o evangelho para muitas pessoas. Tudo que eles anunciaram e fizeram girava em torno dos ensinamentos e do sacrifício de Jesus.

Plantar uma semente e fazê-la germinar não é muito fácil, pois, exige determinação, comprometimento e sacrifício. Quando dedicamos parte de nossa vida em prol do que julgamos importante, que de alguma forma achamos que vai beneficiar outras pessoas, podemos não ver o resultado de imediato. Muitas vezes iniciamos algo novo, quebramos paradigmas, nos sacrificamos por uma causa, deixamos um legado para que as pessoas que nos sucedem possam ir mais longe, realizando além daquilo que fizemos. Jesus se sacrificou e este é o acontecimento mais importante, se isso não houvesse acontecido tudo que se viveu ou ensinou não teria existido. A partir do bem que fizermos das decisões corretas que tomarmos grandes coisas vão acontecer.


Márcio J. Fostino


Clique e saiba mais em:


Para adquirir o livro NAS MÃOS DE DEUS, clique no link abaixo:





179 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
bottom of page